casa nova americana

Vantagens e desvantagens de construir uma casa em Steel Frame

O Steel Frame, como é conhecido, pode ser chamado também de LSF (Light Steel Frame) ou ainda, uma opção de construção a seco e logo você irá entender o porquê. Esta é uma excelente técnica para a construção de imóveis, em que não são utilizados água, tijolos ou concreto. Nesse artigo, você vai poder conferir quais são as principais vantagens e desvantagens de construir uma casa em steel frame.

Essa técnica é uma excelente opção para quem deseja ter o seu próprio negócio ou possuir um imóvel que seja ecologicamente correto, como é o caso das construções em steel frame.

Confira o que é esse material e ainda, quais são as suas vantagens e os principais diferenciais, quando comparados a outros materiais, para identificar se essa opção irá se adequar corretamente à sua necessidade de construção.

O que é uma construção em Steel Frame

A partir da utilização do Steel Frame, considerado um excelente sistema construtivo industrializado, são utilizadas estruturas de aço galvanizado que serão revestidas com placas muito leves, podendo facilmente serem pintadas proporcionando um excelente design para a construção, seja ele residencial ou comercial.

Inicialmente, esse componente é utilizado para proporcionar a estrutura de um imóvel, sendo revestido o seu exterior com placa cimentícia, o que torna essa técnica uma opção com excelentes vantagens e principalmente, ecologicamente sustentável.

Além das placas cimentícias para a finalização da estrutura, podem ser utilizados ainda drywall ou revestimento de madeira, que também irão proporcionar um excelente acabamento e beleza para o imóvel.

Esse tipo de construção é realizado seguindo a estrutura de fechamento externo / isolantes termo-acústicos / fechamento interno.

Os principais diferenciais dessa técnica são a precisão no sistema de construção, cálculos quantitativos e a facilidade de composição da obra, que também podem ser considerados como excelentes vantagens do Steel Frame.

Logo abaixo, você vai poder conferir mais a fundo quais são as principais vantagens e desvantagens de construir uma casa em Steel Frame.

Vantagens da construção em Steel Frame

As principais vantagens da casa ou mesmo outras opções de imóveis sendo feitas em Steel Frame, são a construção a seco, além de uma obra que será realizada de forma rápida e limpa com excelente facilidade de montagem e também manuseio.

Com essa opção de material, o canteiro de obras também consegue ser mais ecológico, proporcionando economia e agilidade, uma vez que não será necessária a utilização de água para a construção do imóvel.

Essa técnica de construção está sendo cada vez mais utilizada no Brasil, especialmente pelo custo reduzido de sua operação.

Outras vantagens dessa opção de construção, são ainda a redução de prazos para a entrega, facilidade de passagem e também manutenção das instalações elétricas e hidrossanitárias, além de outras.

A vantagem da economia com esse material também pode ser conquistada através da redução de sobras e resíduos ao final da obra que é praticamente nulo, uma vez que o cálculo quantitativo pode ser extremamente preciso.

construçao de empresa em steel frame

Será que tem desvantagens com esse modelo?

Apesar de a construção com a utilização de Steel Frame possuir diversas vantagens, é possível identificar também algumas desvantagens para essa opção.

Uma delas é a falta de mão de obra especializada para conseguir trabalhar com esse material.

Por ser um material relativamente novo ainda no Brasil, são poucos os profissionais que conseguiram se especializar para a construção com a utilização de um produto com esta tecnologia.

Devido a essa condição, além da dificuldade em encontrar profissionais especializados, aqueles que são encontrados podem ter um preço relativamente maior do que outros.

Outra desvantagem da utilização do Steel Frame, é o limite de pavimentos. Pela forma como o steel (aço) é produzido e até mesmo, pela sua leveza, não é possível encontrar grandes prédios feitos com esse material.

No máximo, são 5 pavimentos que um imóvel pode suportar, sendo mais comum identificar opções de construção térreas ou com dois a três pavimentos.

Se você ficou interessado em conhecer mais de perto esta técnica rápida e segura de construção, procure por uma construtora especializada em steel frame Curitiba e tire todas as suas dúvidas.

placas de aquecimento solar em residencia

Aquecimento solar: saiba como funciona essa tecnologia

O aquecimento solar é uma tecnologia relativamente nova no Brasil e que está, a cada dia, conquistando mais adeptos, seja nas casas ou empresas. Devido ao tema sustentabilidade estar mais presente nos últimos anos, o ser humano está se tornando mais consciente quanto a necessidade de preservar o meio ambiente para as gerações futuras. E uma das alternativas para uma casa ser mais sustentável, é por meio de energias renováveis. Esse é o caso do aquecimento solar.

Quando você aquece a água da sua casa através do aquecimento solar, você está deixando de utilizar a energia elétrica e menos energia elétrica (que em grande parte no Brasil vem de hidrelétricas) é igual a um consumo mais consciente. Sem contar que a implementação do aquecimento solar para a água é uma alternativa mais barata quando analisada a longo prazo. Mas você sabe como funciona o aquecimento solar? Vamos te explicar.

Como funciona o aquecimento solar

Aqui vamos abordar especificamente o aquecimento solar para a água da sua casa ou empresa. Aquela água que vai sair das torneiras e chuveiros, poupando assim eletricidade e/ou gás.

O sistema de aquecimento solar lembra em alguns pontos o aquecimento de água através de aquecedores a gás com acumuladores.

Veja o passo a passo do funcionamento:

  1. Placas solares no telhado da casa ou empresa captam a energia solar;
  2. Essa energia solar é transferida para os canos da tubulação, que normalmente são de cobre;
  3. O cobre aquece, aquecendo com isso a água que passa pela tubulação;
  4. A água quente é depositada em um reservatório conhecido pelo nome de boiler;
  5. Esse boiler é revestido para que a água não perca calor;
  6. Existe um outro reservatório com água fria;
  7. É desse reservatório que a água fria é direcionada para os canos e aquecida indo parar no Boiler;
  8. Quando uma torneira ou chuveiro é acionada a água quente desce;
  9. Você regula entre água quente e fria em cada saída de água deixando assim a água de saída na temperatura que deseja.

Se você deseja saber mais a respeito dos aquecedores a gás, conheça a Fox Gás, que é especializada em instalação e manutenção de aquecedores a gás.

Vantagens do aquecimento solar

Agora que já vimos como funciona o sistema de aquecimento solar, chegou a hora de apresentar as suas principais vantagens.

Algumas já apresentamos lá no início, mas vale a pena ressaltar:

  • Menor gasto de energia elétrica;
  • Você consegue alcançar a temperatura desejada com muito mais facilidade do que em chuveiros ou torneiras elétricas;
  • A energia solar é uma energia renovável, ou seja, você não gasta recursos do planeta;
  • A longo prazo, a economia financeira é muito maior.

placas de aquecimento solar em cima da casa

Tem risco de eu ficar sem água quente?

Uma dúvida que ocorre muito é se você corre o risco de ficar sem água aquecida em sua casa se houver dias de muita chuva ou nublados, por exemplo. A resposta é não. Dentro do reservatório de água quente, existe uma resistência que pode ser elétrica ou a gás.

Quando a água não é aquecida de forma eficiente, como no caso de pouca captação da energia solar pelas placas, ou quando muita água é utilizada (como no caso de visitas na casa), esse sistema é acionado. Isso impede que você fique sem água quente em sua residência, mesmo em casos de muitos dias chuvosos ou de um gasto além do previsto. Então fique sossegado quanto a isso.

Não deixe de investir em uma fonte de energia renovável e contribua para um planeta mais saudável, preservando os recursos naturais para as gerações futuras. Se você deseja saber mais a respeito da energia solar, clique aqui.

pai com bebê no colo

Como preservar estofados com filhos pequenos em casa

O sofá, seja novo ou velho é um dos móveis fundamentais na decoração de uma casa, ele é o móvel que as visitas mais observam ao entrar na residência e, para passar boa impressão, ele precisa estar sempre bem conservado.

No entanto, conservar o sofá em algumas casas é um grande desafio por causa das crianças pequenas que ficam brincando ou comendo em cima dele, o que acaba provocando muitas manchas e estragos.  

Diante desta situação, é importante aprender como preservar estofados com filhos pequenos em casa, para que seus móveis permaneçam com uma boa aparência por mais tempo.

Isso parece ser uma tarefa difícil, já que se tratando de crianças que gostam de brincar ou fazer qualquer outra atividade no sofá, é quase impossível ficar vigiando-as o tempo inteiro, mas seguindo algumas dicas você verá que não é tão difícil quanto parece.

Dicas para preservar estofados para quem tem filhos pequenos em casa

As dicas abaixo são para você ter uma ideia do que fazer para preservar o seu estofado por mais tempo, mesmo com crianças pequenas em casa. Observe quais são e coloque-as em prática hoje mesmo.

  • Seja exemplo para os seus filhos

A primeira coisa que você precisa fazer para manter a conservação do seu sofá, é dar exemplo para as crianças. Por exemplo, se as crianças não podem fazer as refeições no sofá é importante que os pais também não façam.

Assim elas vão entender que é errado comer no sofá, já que os seus pais também não comem lá.

  • Explique as vantagens de cuidar do sofá

Outra maneira de conservar o sofá é envolver as crianças, o que você deve fazer é explicar para os seus filhos as vantagens de ter um estofado bem cuidado por mais tempo.

Desta forma, os seus filhos vão desenvolver a sensação de responsabilidade e vão ter mais cuidado com os móveis dentro de casa.

  • Estabeleça algumas regras

Criar regras é uma das principais dicas de como preservar estofados com filhos pequenos em casa, pois assim eles vão saber o que pode o que não pode ser feito no estofado.

Algumas regras são, por exemplo, não brincar com canetas ou tintas próximo do sofá, não comer sentado no sofá, não ficar pulando em cima, não levar líquidos, entre outras. Mas para não ficar muito rígido com os seus filhos, abra algumas exceções dependendo da ocasião, por exemplo, assistir um filme comendo pipoca com a supervisão dos pais, nesta situação é possível evitar que algo mais desastroso cause algum dano ao sofá.

  • Não deixe a sujeira acumulada

Mesmo tomando cuidado com o sofá, com o passar do tempo ele vai se desgastando e não tem como evitar isso.  No entanto, é importante que você não deixe a sujeira acumulada.

Não limpar o estofado com frequência provoca mau cheiro e ainda prejudica a sua aparência. Por este motivo, você precisa limpar tanto os sofás quanto as cadeiras e poltronas da sua residência com frequência.

casal no sofa bebendo cafe e segurando um pet

  • Faça a impermeabilização de sofá

A impermeabilização de sofá é um procedimento que ajuda a proteger o estofado, através desta técnica, o estofado fica com uma espécie de blindagem que evita o acúmulo de sujeira, além de proteger contra manchas de comida, líquidos e gordura.

A impermeabilização é um importante processo para proteger o sofá e demais estofados, principalmente nas residências que têm crianças pequenas, porém é recomendado que esse procedimento seja feito por um profissional para evitar qualquer problema.

Essas foram algumas dicas que as pessoas devem seguir para preservar os estofados com filhos pequenos em casa. Através delas, é possível manter a boa aparência do sofá por mais tempo.

 

horta caseira

Compostagem de lixo: aprenda como fazer em casa

A compostagem do lixo é uma das formas de reciclagem utilizada para lidar com o lixo orgânico a fim de que ele possa ser reutilizado de forma adequada e não seja descartado na natureza indevidamente. O lixo orgânico antes era apenas depositado em lixeiras como um lixo sem utilidade especial, mas com o tempo ele recebeu maior atenção e foi percebido que poderia ser de grande valia para a criação de adubos e materiais de compostagem, podendo ser um processo feito até mesmo de forma caseira sem muita dificuldade.

A compostagem do lixo favorece a reutilização dos resíduos descartados em casa, que antes eram apenas uma realidade do alumínio, papel, vidro e plástico, mas que hoje também se torna possível para o lixo orgânico, que é usado para a criação de material para adubo através da compostagem.

Hoje iremos te ajudar a conhecer mais sobre o processo de compostagem, a importância e benefícios de realizar esse procedimento e ainda como fazê-lo em casa. Quer saber tudo sobre? Vamos lá!

O que é a compostagem do lixo

  A compostagem do lixo é um processo que submete o lixo orgânico à decomposição mais rápida com o auxílio de organismos heterótrofos aeróbicos estimulados naturalmente, transformando os resíduos orgânicos em adubos fortificados e de grande qualidade, sendo um processo bastante simples que pode ser desenvolvido até mesmo em casa sem muita dificuldade. O objetivo da compostagem é fazer com que, no menor tempo possível, um material estável e rico em substâncias e nutrientes minerais seja formado pelo processo de compostagem, que posteriormente, pode ser usado como um adubo bastante rico e com propriedades fortes para fazer plantios, cultivar flores no jardim, etc.

Benefícios da compostagem

Os principais benefícios da compostagem estão relacionados ao fato de que o lixo orgânico ganha uma nova finalidade, podendo ser usado para um processo produtivo, que é a fabricação de um material bastante útil e que pode ser feito de forma caseira, o adubo. Os demais benefícios do processo de compostagem dizem respeito à conservação do meio ambiente, cuidando para que uma menor quantidade de lixo seja descartada de maneira indevida e prejudique o ecossistema.

Esse descarte incorreto diz respeito às toneladas de lixo que se acumulam nas encostas dos rios, no fundo do mar, nas ruas das cidades, valas e bueiros, prejudicando assim o escoamento das águas das chuvas, por exemplo.

A compostagem caseira

A compostagem caseira é uma das formas de lidar com o lixo orgânico com bastante facilidade, cuidando para que os benefícios ao meio ambiente sejam assegurados, o lixo seja descartado corretamente e ainda ganhe uma nova configuração podendo ser reutilizado e formando algo útil, que é o adubo de características riquíssimas em propriedades, nutrientes e sais minerais, que além de cuidar da nutrição de plantas ainda não prejudica o solo onde é utilizado, só o enriquece.

deposito de lixo organico em casa

Passo a passo para fazer a compostagem em casa

Preparamos um passo a passo bem simples de como fazer a compostagem caseira sem muita dificuldade, usando o lixo orgânico que você produz em casa.

Materiais necessários

  • 1 caixa plástica grande de cor escura que tenha tampa e vedação completa
  • 2 caixas grandes de cor escura que tenha tampa e furos que possibilitem a umidade passar entre as caixas
  • Folhas secas, pequenos galhos e folhagens que podem ser coletadas no seu próprio quintal
  • Cerca de 100 minhocas
  • Lixo orgânico produzido na sua casa
  • Borra de café para facilitar o processo de compostagem

Realizando o processo

Você deverá forrar todas as caixas com folhas secas numa parte, colocar por cima o lixo orgânico, a terra com minhocas, a borra de café e em seguida cobrir com folhas secas, fazendo camadas bem divididas como se fosse uma simulação de uma de terreno convencional. Após isso, você deve repetir as camadas sempre que notar que o material está se decompondo, indo sobrepondo as caixas até que use todas as três. O recomendado é fazer esse processo de incrementação de camadas e caixas a cada dois dias, a fim de que em 3 semanas o adubo esteja pronto para o uso com sucesso.

Observações importantes

  • O processo de compostagem pode ser infinito, desde que você sempre coloque mais caixas e mais camadas de material, retirando sempre a última caixa para usar como adubo
  • Não regue o material
  • Não use, em hipótese alguma, na compostagem, carnes, laticínios e alimentos temperados
  • O que usar: Dê preferência às cascas de frutas e legumes.

Gostou deste artigo? A partir destas dicas, você já pode criar o seu próprio espaço para fazer a compostagem do lixo orgânico gerado na sua casa. Com isso, você evita o entupimento dos canos da sua cozinha e dá um destino correto para o lixo. Mesmo assim, não deixe de contratar uma empresa desentupidora sempre que sentir a necessidade de fazer uma limpeza mais pesada dos canos da sua residência.

sala com iluminação natural

Iluminação natural: 5 dicas para deixar a sua casa mais clara e sustentável

A iluminação natural é muito importante para a valorização do ambiente, porque ela ajuda a valorizar as cores e texturas da parede, combinando  também com um bom projeto de iluminação artificial.

Além de economizar energia e deixar a sua residência mais clara e ao mesmo tempo, mais sustentável esse tipo de iluminação é indispensável para as gerações futuras e deve estar presente em todos os cômodos da casa sempre que for possível para garantir um uso mais consciente das fontes de energia natural.

No entanto, para aproveitar de forma adequada a iluminação natural existem alguns truques que você pode colocar em prática, observe abaixo o que fazer.

5 dicas para deixar a sua casa mais clara e sustentável com a iluminação natural

Algumas alterações na sua casa ou apartamento vão permitir que você aproveite melhor a iluminação e ao mesmo tempo deixe a sua casa mais sustentável, observe abaixo.

 

  • Use na sua casa portas e janelas de vidro

 

Se você vai reformar ou construir a sua casa própria, aproveite para substituir as portas e janelas antigas por aquelas que possuem vidro, geralmente ficam melhor se você colocar na porta de entrada, área de serviço ou na cozinha.

Mas prefira os vidros que possuem proteção solar que impedem a entrada do calor e dos raios UV.

 

  • Use cortinas translúcidas

 

Esse tipo de cortina é excelente para você ter privacidade e ao mesmo tempo poder controlar a entrada da luz. Além disso, ela é um dos melhores acessórios de decoração de ambientes que combina muito bem com o quarto e a sala de estar.

Se você quiser, também pode usar as cortinas do tipo persiana porque elas também controlam a entrada da luz, mas escolha cores claras para combinar com ambiente.

 

  • Paredes vazadas

 

Esse tipo de parede foi muito utilizado entre as décadas de 50 e 60, os cobogós faziam a aparência vazada da parede naquela época, mas ainda hoje estão em alta na arquitetura e decoração.

Com esse tipo de material, você pode fazer divisões nos ambientes sem perder a iluminação e visibilidade. Existem diversos desenhos e cores que combinam perfeitamente com a sua decoração.

 

  • Use cores claras na sua casa

 

Você pode aproveitar melhor a iluminação natural utilizando cores claras na sua residência, esse tipo de cor evita a necessidade de utilizar as lâmpadas durante o dia.

Além disso, as cores claras proporcionam o aspecto de amplitude do ambiente, as melhores cores para isso são branco, gelo e bege para as paredes e madeiras e pisos claros para o chão.

cozinha e sala com cores claras

 

  • Vidro fixado no teto

 

Provavelmente você deve ter visto em algum lugar um vidro fixado no teto para permitir a entrada luz, isso se chama claraboia que é um tipo de abertura muito comum nos edifícios.

Você pode colocar um vidro como este na sua casa quando for fazer a reforma ou estiver pensando em construir a sua casa própria. Outra opção é colocar uma telha de fibra transparente que funciona de forma semelhante ao vidro.

Gostou deste artigo? Essas são apenas algumas maneiras de aproveitar melhor a luz natural para deixar a sua residência mais sustentável e economizar energia. No entanto, a luz não serve apenas para isso, ela também contribui na decoração do ambiente.

Se você está procurando por imóveis para comprar ou alugar, veja as lindas casas em Fazenda Rio Grande.

Clique aqui para saber como a iluminação natural realça a decoração do ambiente.

area externa da casa

Varanda gourmet: o que é e como decorar a sua

Poder reunir os amigos e familiares para um momento de confraternização, é sempre uma delícia e uma das melhores atividades para quem gosta de receber visitas. Uma das últimas tendências em arquitetura e design de interiores é a varanda gourmet. Aqui você vai descobrir o que é e como decorar a sua.

Nesse ambiente você pode deixar a sua imaginação voar e aproveitar de um espaço que talvez hoje seja esquecido, para então transformá-lo completamente e inseri-lo de uma vez por todas à sua decoração através de um espaço muito mais acolhedor, bonito e sofisticado.

A varanda gourmet é geralmente encontrada em apartamentos, onde o espaço é reduzido e, portanto, amplia-se uma área “para fora” do espaço interno proporcionando uma área de lazer externa para os moradores.

Esse espaço é pensado especialmente para aquelas pessoas que gostam de privacidade dentro de casa e até mesmo, para evitar transtornos maiores em condomínios onde existe a área gourmet, mas que só pode ser utilizada a partir do agendamento e reserva de datas.

Em outros modelos de residência, sejam pequenos ou não, também é possível encontrar diferentes modelos de varanda gourmet e hoje você vai aprender como decorar a sua.

Entendendo o que é varanda gourmet

Há tempos atrás a varanda era um espaço apenas para ter uma área própria de lazer onde poderiam colocar plantas, cadeiras e outros itens que geralmente ficavam no pátio de uma casa.

Nos dias atuais, a varanda foi redesenhada e repensada podendo trazer um novo ambiente de confraternização para um apartamento e os móveis semi novos são uma excelente opção para compor uma varanda gourmet.

Diante de tantas opções de projetos que podem ser executados também em uma varanda, algo que ganhou grande destaque foi o início da utilização desse espaço para também comportar as visitas e servir opções deliciosas de alimentos durante o encontro.

Em pouco tempo, a varanda foi redesenhada para também conseguir comportar alguns elementos como uma churrasqueira, mesa de jantar, utensílios de cozinha e ainda, uma pia de apoio.

Como decorar a varanda gourmet

Saiba que não existe certo ou errado quando falamos de decoração de áreas como a varanda gourmet, mas sem dúvida comprar móveis online pode ajudar na hora de pensar na decoração.

É possível até mesmo optar por móveis semi novos para utilizar neste novo ambiente, fazendo com que você tenha em sua casa mais uma opção de cômodo para você receber pessoas queridas.

moveis rusticos na varanda

Em primeiro lugar, é preciso realizar um breve estudo sobre o espaço disponível, de forma que você consiga identificar qual a melhor forma de dispor os móveis, analisando o tamanho dos mesmos e lembrando que é preciso deixar um espaço para a passagem das pessoas.

Caso seja do seu desejo, o projeto de móveis planejados para escolher itens personalizados é importante para conseguir otimizar esse espaço.

Na maioria dos casos, a varanda gourmet é um espaço exclusivo dos moradores de apartamentos e por isso, é preciso saber como aproveitar cada cantinho, para ter um espaço confortável.

Tanto para ambientes como apartamentos pequenos como também em outros modelos de residência que possuem uma varanda que possa ser transformada em um ambiente gourmet, é possível realizar um excelente projeto inovador para se beneficiar ao máximo do espaço.

Este espaço apesar do nome, pode ser utilizado não apenas para receber visitas ou ainda, realizar as refeições, mas também, para passar bons momentos calmos e tranquilos, como ler um livro e apreciar a paisagem.

Dependendo da quantidade de espaço disponível ao lado da área de refeição, também pode ser um ambiente para adicionar móveis e descansar em um ambiente agradável e bonito.

Podemos dizer que hoje já existem milhares de projetos de decoração e otimização de espaços para varanda gourmet e você também pode se inspirar em tantas fotos de projetos já realizados para ajudar a compor e decorar esse espaço também em sua residência.

Decoradores

5 Dicas Para Decoradores Conquistarem Novos Clientes

Decorar um ambiente do zero ou repaginá-lo do que já existe não são tarefas nada fáceis, pois mexe com o gosto pessoal do cliente, a história do local que pode ser preservada (ou não) e criar algo novo que seja harmônico, bonito e funcional.

Profissionais de designers de interiores, sabem que não existem milagres para um projeto se tornar um verdadeiro sucesso, é preciso muito estudo, seja através de um curso técnico, graduação ou até mesmo um curso online grátis, com esses estudo você irá aprender  a fazer as medidas, conceitos, desenhos no AutoCAD e abrir mão também de muita coisa para alinhar com o que o cliente deseja.

Para conquistar uma carteira de clientes invejável e estar sempre com ideias originais e perfeitas para cada um, os decoradores precisam pensar como empreendedores serem criativos também na hora de negociar. Para os iniciantes, veja essas 5 dicas para decoradores conquistarem novos clientes e fazerem negócios de sucesso.

Invista No Networking

Conhecer outros profissionais como você é ótimo para trocar ideias e dessa forma ter uma luz a mais no processo de criação do espaço que está planejando. Além disso, investir no networking é manter um relacionamento estreito e mais do que amigável, mas parceiro, para fazer seu projeto andar melhor.

Marceneiros, pintores, fornecedores de produtos e outros serviços como arquitetos e engenheiros, são alguns contatos que no meio do projeto poderão ser necessários e que você pode recorrer para agilizar seu trabalho e manter um vínculo para próximos projetos a frente.

Faça Um Orçamento Que Caiba No Bolso Do Seu Cliente

Quando o decorador pega uma tela em branco, ou seja, um ambiente vazio e sem vida e tem a tarefa de transformá-lo, antes de iniciar seus devaneios criativos e ir para o AutoCAD, é preciso analisar quanto o cliente está disposto a pagar para que sua criatividade não exceda o investimento.

O sonho de todo decorador é ter clientes que deem o ambiente em suas mãos e pague tudo o que ele decidir fazer, mas infelizmente essa realidade é cada vez menor do que o sonho e é preciso fazer um orçamento realista que vá de encontro com a necessidade do cliente, mas garantindo beleza e harmonia, funcionalidade e ergonomia.

Ofereça Diferenciais

Ofereça Diferenciais

Não tem como satisfazer um cliente se você não tiver algo especial, algo que o convença que você é a melhor opção. Ofereça diferenciais que vão além de um orçamento interessante, ofereça valor!

Dê qualidade no serviço, mostre que seus clientes anteriores tem ótimas referências sobre você e tenha um portfólio completo. Trabalhe um pouco mais, coloque a mão na massa se for preciso e dê um toque surpresa que valorize algo que o seu cliente não está esperando. Ofereça sempre o seu melhor.

Use A Criatividade Para Economizar

Com uma clientela mais enxuta, é preciso pensar e repensar como deixar o projeto perfeito sem gastar muito dinheiro. Usar puxadores cromados e de material resistente ao invés de em aço, já trás um custo menor para o projeto por exemplo. Decidir por um sofá mais compacto e optar por poltronas, em vez de outro sofá ou um maior e cheio de recursos, também ajuda na hora de economizar.

Optar também por reciclar alguns objetos como pegar uma cômoda antiga mas em condições de uso, pode ser uma boa ideia e bem mais barata que comprar uma nova. Dependendo do estilo do projeto, pode ser um diferencial elegante e retro para o ambiente.

Ouça Seu Cliente E Atenda Seus Pedidos

Ouça Seu Cliente

Não é novidade que muitos profissionais da área não gostam de ouvir muitas críticas e opiniões dos clientes, pois alguns pedidos e ideias geralmente vão totalmente contrários ao projeto inicial.

Mas ouça seus clientes e atenda seus pedidos aqui e ali. Ele quer que a cor azul seja introduzida de alguma forma em um ambiente que o amarelo irá imperar? Coloque-o nas almofadas e pequenos objetos. O cliente prefere tinta ao papel de parede? Coloque o papel em uma única parede ou até a metade e pinte o restante. Procure conciliar suas ideias com os anseios do cliente e surpreenda-o.

Gostou das dicas para obter novos clientes? Deixe seu comentário e confira mais artigos incríveis aqui no blog.

Tapetes para sala de estar: como escolher e conservar

A decoração de sua sala está pronta, mas falta aquele toque final que só o tapete certo sabe dar?

Existem tantos modelos, formatos, cores e materiais de tapetes para sala de estar que é normal que você fique em dúvida sobre qual comprar.

Mas existem alguns truques para facilitar a escolha e deixar sua decoração mais especial, harmônica e aconchegante. Confira!

Como usar tapete na sala de estar?

A escolha dos tapetes para sala de estar pode ser crucial para compor o ambiente. Seja para torná-lo mais acolhedor, mais moderno ou sofisticado, para delimitar a área da sala ou dar um ponto de cor, cada modelo interfere no visual geral da sala.

Você deseja aquecer o ambiente ou mantê-lo mais fresco? Precisa dar a sensação de amplitude ou diminuir o espaço? Quer deixar sua casa mais jovial ou mais clássica?

Tudo isso pode ser determinado com o tapete ideal. Por isso, separamos algumas dicas para que sua decisão seja acertada.

Tamanho ideal: como definir?

Pode parecer óbvio, mas o tamanho ideal dos tapetes para sala de estar devem seguir as metragens do ambiente.

Assim, você não corre o risco de se empolgar na loja com o modelo que achou mais bonito e acabar comprando um tapete maior ou menor do que o espaço.

Portanto, meça as dimensões da sua sala e veja qual o tamanho de tapete que ficará harmônico e proporcional com a área de conversação da sala (sofá, mesa central e poltronas).

Isso fará com que a área da sala de estar seja delimitada e separada dos demais ambientes. Essa dica é útil principalmente para espaços muito amplos ou lofts, por exemplo.

É importante também considerar um tamanho maior para os tapetes para sala de estar – cerca de 20 a 30 cm -, para que a peça fique presa embaixo do sofá e evite acidentes.

Como escolher as cores?

O estilo do tapete deve seguir o estilo da decoração da sala de estar. Claro, tudo deve se basear no seu gosto pessoal, para que a sala tenha a sua cara.

Por isso, procure deixar a escolha do tapete para o final, depois que sua sala já estiver com os acabamentos e móveis definidos. As chances de acertar na escolha dos tapetes para sala de estar são muito maiores!

Amplitude

É interessante considerar que a cor tem capacidade de alterar a nossa sensação espacial.

Cores escuras, como preto, marrom, vinho e marinho diminuem o ambiente.

Já os beges, brancos, amarelos, passam a impressão de um ambiente mais amplo.

Estilo

As cores e estampas também definem o estilo da decoração. Os tons escuros tendem a ser mais elegantes e os tons claros dão um ar mais clean.

Estampas geométricas, como listras ou o Chevron (foto), deixam o ambiente muito mais moderno, jovial e ainda contribuem para alongar a sala.

Por outro lado, os tapetes persas dão um ar de sofisticação, elegância e ficam melhor se combinados com móveis antigos e madeiras mais escuras.

E se você deseja destacar alguma cor da decoração, opte por um tapete neutro que não chamará mais atenção que a peça colorida.

Coloridos

Tapetes muito coloridos podem chamar muita atenção e deixar a sala bem alegre. Se esse for o caso, escolha algum tom que combine com o restante da decoração para não destoar demais.

As cores quentes são ótimas para aquecer e dar vida ao ambiente.

Formatos: quais os mais adequados para cada ambiente

De modo geral, o formato do tapete deve seguir a dica que demos anteriormente, de delimitar a área de conversação.

Porém, o formato pode dar um diferencial para a decoração. O tapete redondo é ótimo para destacar objetos – como mesas e luminárias – ou para tornar a sala mais moderna.

O tapete retangular é capaz de alongar o campo de visão, aumentando o espaço, sobretudo em corredores.

Existem também os tapetes com formatos diferentes como flores e animal print, que tornam a sala de estar muito mais exclusiva. Aqui o tapete se torna a peça de destaque da decoração e, por isso, deve ser combinada com móveis neutros.

Se optar pela última sugestão, tente ser responsável e procure materiais sintéticos para fugir dos couros e peles de animais.

Tipo de tecidos

A escolha dos tecidos também é importante e transformam o ambiente.

Tecidos felpudos, de lã, suede, camurça ou algodão aquecem o espaço. Outros, como fibra sintética (náilon, poliéster ou acrílico), em geral, têm efeito contrário.

O couro é uma opção muito procurada, por conferir sofisticação, ser fácil de limpar e muito durável.

Os tapetes de sisal e outras fibras naturais têm a capacidade de deixar a sujeira menos perceptível, além de dar um toque rústico e uma textura a mais na decoração.

Portanto, pense bem qual a sua intenção e escolha um tapete que combine mais com seu estilo. Lembre-se de considerar que os tecidos naturais são mais resistentes e vão ficar bonitos por muito mais tempo.

Dicas de conservação

Porém, para manter seu tapete sempre com visual atraente, seja qual for o tecido, é importante saber como conservá-lo.

1.      Leia as instruções do fabricante

Muitas pessoas se esquecem dessa dica ou têm preguiça, nós sabemos disso. Mas é fundamental conferir as instruções do fabricante para manter o tapete sempre em boas condições.

Na etiqueta, você verifica a forma certa de lavar, qual o material utilizado, que produtos podem ou não ser aplicados sobre o tapete, entre outras informações.

2.      Mantenha-o limpo

A poeira, bactérias, ácaros e fungos que se acumulam ao longo do tempo danificam as fibras do tapete e ainda fazem mal à sua saúde e da sua família.

Por isso, semanalmente, é indicado higienizar o tapete com um aspirador de pó. Caso seu tapete seja felpudo, tome cuidado e passe o aspirador com certa distância das cerdas do tapete.

Fazer uma limpeza de tapete profissional regularmente, duas vezes ao ano, também é fundamental para conservá-lo, tirar manchas e eliminar completamente os microrganismos que causam doenças. Portanto, também vale pensar nessa possibilidade.

3.      Coloque-o sempre sobre uma superfície limpa e seca

Quando for lavar o piso de casa, sempre retire o tapete do ambiente. A água que se acumula nas fibras ou abaixo do objeto pode ajudar na proliferação de fungos que causam mofo, além de bactérias e ácaros – esses organismos adoram a umidade.

E nada de varrer a sujeira para debaixo do tapete, combinado? Como dissemos, a poeira prejudica a conservação.

Agora que você já sabe qual o melhor modelo de tapetes para sala de estar e como conservá-lo, é só comprar o que mais se adequa à decoração de sua casa e ao seu gosto.

Você verá que ele dará um toque todo especial, além de deixar sua sala muito mais aconchegante!

Como diminuir o barulho com vidros duplos na janela

Muitos são os motivos de querer acabar com qualquer barulho exterior de um ambiente. Você pode estar querendo montar um espaço de gravação que não entre som, ou até mesmo querer vedar seu quarto para que tenha uma melhor noite de sono. A questão é que nós sabemos uma maneira de te ajudar nessa busca que às vezes não parece ter solução.

E de pensar que você foi tão longe para encontrar algo que estava sempre tão perto. Muitas podem ser as possibilidades de você ter um espaço velado de som. Mas cada um pode te trazer certos graus diferentes de resultado. O que podemos e vamos te garantir hoje, é que usar a técnica de como diminuir de maneira grande, o barulho através de uso de janelas duplas.

Quer saber como? Vamos lá!

Fonte: Manutenção Em Esquadrias De Aluminio Campinas

Como é feito?

Na realidade não tem jeito fácil de explicar algo difícil. O que acontece é que entre o espaço que fica de separação dos dois vidros, gera-se uma camada interna de ar desidratado, que pode ou mas necessariamente não precisa conter gás argônio.

A primeira camada de vidro, não permite que haja trocas gasosas, o alumínio que fica entre as camadas, garante total estabilidade entre os vidros. Há um hidrossecante, para garantir a ausência de umidade, fazendo com que os vidros não embacem. Tenha cuidado com a conservação do material. Uma vez embaçado, será impossível desembaçar sem perder o efeito científico que faz com que o som não ultrapasse a barreira.

Tendo cuidado (nada tão grande) e obtendo um material de qualidade, não entrará ar no seu vidro, o mantendo em pleno funcionamento.

Espessura importa

Outro ponto muito importante é a questão da espessura que terá entre as duas camadas. É lógico que cada projeto terá um nível de necessidade, tendo assim suas variantes, porém você perceberá que cada janela, terá um tipo de espaçamento. Esses diferentes espaços servem para captar e bloquear diferentes ondas sonoras.

Dessa forma, não terá maneira de passar barulho ou ruído,

Você sabia que tem vidros triplos e até quádruplos? Sim e eles prometem ainda uma maior captura de ruídos, mesmo que concentrada em poucos locais da casa. Mas fique esperto, o ponto G da questão é sobre em quais ondas sonoras o espaço estará exposto e não sobre a espessura da janela em si. Se o profissional conseguir entender de quais ondas sonoras seu imóvel está captando e saber transcrever isso para a espessura do vidro… Pronto! Problema resolvido.

Fique atento! Muitas empresas prometem um serviço de qualidade sem ao menos saber do que está se tratando. Peça amostras de resultados anteriores, tente visitar um local onde esse profissional já tenha feito serviços e por aí vai… Assim diminuirá as chances de se ter um péssimo investimento.

Por fim, ficou evidente que existe uma barreira potente, quanto se instala vidros duplos. O ar desidratado que fica entre as duas camadas de vidro, ajuda no ato de selar espaços de barulho que venha de fora. Lembrando também, que não tem haver a espessura dos espaçamentos, mas sim de que melhor maneira cada espaçamento entre os vidros duplos captam e interrompe os sons de cada onda sonora vinda da parte externa do imóvel.

Quer saber por que conhecer uma vidraçaria de confiança é importante? Clique aqui!

11 Maneiras para economizar na reforma residencial

Quer o seu orçamento seja grande ou pequeno, o custo de uma renovação em casa pode sair rapidamente do controlo! Eu passei por duas renovações de cozinha econômicas nos últimos três anos, então eu queria compartilhar algumas dicas que podem ajudá-lo a alcançar e gerenciar uma reforma que funcione para a sua casa e orçamento. 

1. Crie e atenha-se a um orçamento

Antes de começarmos, queria falar sobre o que significa uma “renovação orçamentária”. A palavra “orçamento” não é sinônimo de barato. Sempre que você gasta dinheiro, é uma boa idéia saber quanto de sua renda total ou economia é destinada para a compra, seja simplesmente uma refeição ou algo grande como um novo fogão. Se você planeja trabalhar em sua casa, recomendo começar com um valor em dólar que você possa gastar antes de começar a fazer escolhas de design. Então você pode precificar acessórios e materiais e começar a entender o que funcionará com seu orçamento e o que não.

Quando comecei meu projeto, criei uma planilha e simplesmente adicionei tudo o que sabia que queríamos comprar. Eu adicionei a minha escolha de piso (calculado para incluir resíduos), iluminação, torneiras, tintas, bancadas, hardware de gabinete, tomadas e tampas de placa de switch, telha, argamassa, aparelhos e muito mais! Eu tive que fazer chamadas para obter cotações de materiais e mão-de-obra, e até adicionei impostos às minhas folhas de orçamento. Depois que minha planilha foi criada, pude ver áreas que estavam consumindo muito do meu orçamento e, depois, fazer ajustes escolhendo materiais menos caros ou decidindo cortar completamente os itens.

Quando você faz um orçamento para o seu projeto, é uma boa ideia atribuir despesas inesperadas. Alguns dizem para reservar 10% do seu orçamento para flexibilidade, mas a escolha é sua! Se você gostaria de ler mais sobre minhas experiências, escrevi uma postagem no blog sobre o planejamento de uma renovação de cozinha de orçamento quando fizemos nossa primeira reforma residencial de cozinha orçamento-shoestring.

2. Pague em dinheiro

Pode parecer simples, mas pagar pelo seu projeto com dinheiro que você já tem economizará uma quantia significativa de dinheiro que você acabaria pagando em juros se você fizer um empréstimo ou colocar coisas em um cartão de crédito que você não pode imediatamente Pague. Se você está reformando para vender sua casa, pode fazer sentido fazer um empréstimo quando você sabe que haverá um retorno do seu investimento e o empréstimo será pago rapidamente. Mas, em geral, pagar em dinheiro é o melhor caminho. Se você não puder pagar agora, comece a pensar em maneiras de reduzir seu orçamento doméstico para economizar dinheiro para o seu projeto.

3. Tome o seu tempo

Esperar o dinheiro para renovar nem sempre é uma coisa ruim, porque o tempo é seu amigo quando se trata de planejar uma renovação! Se você tem o dinheiro, pode ser tentador estripar e renovar sua casa de uma só vez, mas pode ser avassalador tomar decisões de design boas e coesas quando se leva em conta tantas coisas! Se você apressar as coisas, provavelmente vai se arrepender de algumas das escolhas que fez.

Planejar um projeto é metade da diversão, leve seu tempo, considere todos os detalhes e você não perderá tempo e dinheiro mais tarde quando não tiver certeza de suas decisões.

4. Faça você mesmo

Obviamente, esta é uma das maneiras mais eficazes para economizar dinheiro durante uma renovação em casa. Se você está pensando: “Eu não estou à mão, então essa dica não é para mim”, bem, pense novamente! Você pode não ser capaz de colocar paredes de gesso, ou até mesmo se sentir confortável colocando azulejos, mas há algumas coisas que você pode fazer para preparar seu espaço antes da chegada de uma equipe, porque lembre-se que você está pagando uma equipe por hora, independentemente de quão habilidoso ou não qualificada a tarefa. Se você puder demonstrar o espaço, limpar, preparar superfícies (como raspagem do mastique no chão e revestimento de paredes), e pintar, então você está um passo à frente.

Se você tem habilidades moderadas de bricolage, e quer elevar o nível – agora é a hora! YouTube é seu amigo. Contanto que você tenha a disponibilidade para aprender uma nova habilidade e aproveite seu tempo para fazer isso da maneira certa, sua determinação é seu maior trunfo. Se você não tiver as ferramentas necessárias, alugá-las de uma loja de ferragens local ainda economizará muito dinheiro, em vez de contratar alguém para fazer o trabalho para você. Além disso, os vencimentos das ferramentas de locação são ótimos motivadores para terminar um trabalho!

Se você está planejando fazer um monte de trabalho sozinho, esteja ciente de que há coisas que você não deve fazer sozinho se não estiver licenciado, como trabalho elétrico ou linhas móveis. Se você é qualificado o suficiente para um trabalho como derrubar paredes e instalar vigas de suporte, certifique-se de obter uma autorização. Isso evitará que você se envolva em problemas e também protegerá os futuros habitantes de sua casa.

5. Reutilizar Materiais

A maior maneira de economizar dinheiro em ambas as reformas da minha cozinha foi reutilizar armários e alguns eletrodomésticos. Se você precisa de mais do que tinta e novo hardware para ficar feliz com as portas do armário da cozinha, saiba que ainda pode economizar muito dinheiro refazendo as portas para mudar o estilo ou até mesmo substituindo as portas, mas deixando o corpo do gabinete no lugar .

Mesmo que você não possa reutilizar qualquer coisa preexistente em seu espaço, você pode comprar material e acessórios de jardas de recuperação, Habitat for Humanity ReStores e até mesmo em leilões de materiais de construção. Não se esqueça de comprar / vender / trocar sites também! Às vezes as pessoas estão em movimento e precisam vender eletrodomésticos perfeitamente precisos rapidamente, ou você pode acabar encontrando uma carga de restos de madeira do projeto de outra pessoa.

A busca por materiais de resgate pode ser muito divertida e adicionar muito caráter ao seu projeto. Além disso, você está ajudando o planeta no processo de economizar dinheiro!

15 maneiras de economizar dinheiro em uma renovação Home6. Balanceamento de materiais de alta e baixa resistência

Obtenha o maior retorno possível investindo mais em itens de instrução, como bancadas de quartzo ou um fogão de instruções, mas reserve fundos em outras áreas de menor impacto. Este é um equilíbrio que você terá que descobrir por si mesmo, já que isso varia muito dependendo do seu projeto e das inclinações de estilo. Mas, em geral, gosto de gastar mais em hardware e menos em portas / gabinetes. Encontre o seu próprio equilíbrio, mas não cometa o erro de ir muito chique com um aparelho apenas para instalar bancadas de fórmica baratas. A chave é encontrar equilíbrio, não extremos.

7. Espere pelas vendas antes de fazer grandes compras

Há épocas do ano que são melhores para comprar itens caros, como feriados americanos para eletrodomésticos, Black Friday para eletrônicos e ferramentas elétricas, e o final do verão para mobília externa e itens para o cuidado do gramado. Pesquise o melhor momento para fazer sua compra e não deixe que sua impaciência o afaste de obter um bom negócio. E não se esqueça de comprar eletrodomésticos ou modelos de piso!

8. Inscrever-se Ajuda

Hesitei em acrescentar isso à lista, porque às vezes me ajuda a doer, se você sabe o que quero dizer! O mesmo vale para você mesmo. Se você acabar estragando as coisas e tiver que contratar alguém para consertá-lo, então você adicionou uma despesa ao seu projeto em vez de economizar dinheiro. Mas se você tiver amigos eletricistas que se ofereceram para ajudar, ou alguém que tenha colocado pisos em suas casas e tiver o equipamento e experiência, definitivamente leve a ajuda! Mas seja judicioso com quem você permite ajudar, e certifique-se de comunicar se a compensação financeira é ou não esperada em troca. Trocar os serviços profissionais é uma das maneiras pelas quais todos ganham nesse tipo de cenário.

15 maneiras de economizar dinheiro em uma renovação Home9. Seja esperto sobre a contratação de ajuda

Compre bastante antes de contratar ajuda profissional para o seu projeto. Elsie mencionou que, a fim de economizar dinheiro, ela não usou um empreiteiro geral inicialmente ao renovar sua casa. Isso acabou causando muito estresse por causa de toda a organização envolvida com o uso de diferentes trabalhadores qualificados em um projeto. Você deve verificar o post que ela escreveu sobre erros de renovação , especialmente as partes sobre a contratação de ajuda. Eu não tenho muita experiência com esse aspecto de renovações em casa, embora eu tenha contratado alguém para colocar o verniz de pedra para a nossa lareira e também contratei uma equipe para fazer algum trabalho de sub-base e drywall quando eu estava muito ocupado para fazer isso sozinho verão.

É claro que ao selecionar um contratado ou trabalhadores qualificados para ajudar na sua renovação, você vai querer ler muitos comentários ou usar recomendações pessoais de amigos para escolher alguém em quem possa confiar. Eu altamente cautela contra a contratação de um amigo de um amigo, a menos que você saiba de alguém que havia contratado-los no passado e tinha grandes coisas a dizer. Eu até aconselho que você tenha cuidado ao contratar amigos e familiares para ajudar também. Alguém pode ser um grande amigo, mas um empreiteiro horrível, e você não quer estragar sua amizade se as coisas forem para o sul com sua renovação. Mas, por outro lado, quando você tem amigos que você sabe que são trabalhadores confiáveis ​​e duros, sua renovação em casa pode ser uma ótima oportunidade para dar-lhes trabalho!

Uma última dica sobre a contratação de mão de obra qualificada é tentar organizar o seu projeto para o período de entressafra, que geralmente é depois das férias e antes do verão, mas varia de acordo com a região. Os profissionais geralmente estão ocupados com trabalhos maiores no verão, e muitos não conseguem ou não estão dispostos a aceitar trabalhos menores no momento. Eu tive dificuldade em encontrar um pedreiro no verão, e conseguir um eletricista para me ligar de volta foi o pior ! Outra vantagem de esperar até o período de entressafra é que você pode potencialmente conseguir um preço melhor se precisar do trabalho.

10. Encontre Dinheiro Salvando “Hacks”

Se você tem um orçamento maior e pode contratar um carpinteiro para fazer prateleiras personalizadas para a sua biblioteca, isso é incrível, e eu gostaria de poder fazer isso. Mas para aqueles de nós que estão tentando esticar nossos dólares, há a IKEA! Eu usei as peças da IKEA como base para meus projetos muitas vezes, desde a solução de espaço de trabalho do meu armário  até o armazenamento de brinquedos dos meus pequenos , e logo no estudo em minha nova casa.

É claro que encontrar formas menos caras de fazer coisas caras não começa nem termina na IKEA. Tudo o que você precisa é de um pouco de criatividade (e talvez de uma pequena ajuda de blogs de design) para criar uma maneira menos dispendiosa de fazer um projeto com o qual você sonha. Eu era capaz de criar essa grande parede dinâmica de prateleiras grossas  por muito pouco dinheiro, polindo madeira de construção civil, e Laura fez suas portas de armários parecerem novas com um pouco de moldagem aplicada. Se você não quer desembolsar muito dinheiro para substituir suas bancadas de laminado, você poderia refinish-los com acabamento de penas de concreto, como Josh fez no Habitat House. E se você gosta de shiplap e quer torná-lo barato, tente usar lauan baratoem vez de tapume shiplap! Você está realmente limitado apenas pela sua criatividade ou pela sua conexão com a internet!

11. Mantenha a pegada da sua casa igual

Uma das mudanças mais caras que você pode fazer em renovações é mudar os marmanjos. Estou falando de pias, banheiras, fogões, paredes e janelas. Às vezes, a remoção de uma parede significa a necessidade de instalar vigas de suporte de carga caras, mas outras vezes a abertura de uma parede pode ser mais fácil do que realocar uma linha de gás e a ventilação de um fogão. Não só você precisa pagar pelos materiais para apoiar o movimento (encanamento, conduítes, fiação, vigas, bancadas novas, armários, etc.), mas você geralmente precisará contratar um profissional para fazer o trabalho. A menos que a funcionalidade do seu espaço esteja realmente sofrendo, nem sempre vale a pena o custo envolvido em fazer essas grandes mudanças na área da sua casa.

15 maneiras de economizar dinheiro em uma renovação Home